sexta-feira, 24 de março de 2017

 Brasil Brasil Brasil Brasil e Uruguai...
Por Robson Caetano Da Silva
Foto: Dante Fernandez
O que começou com um erro de peito terminou com um gol de peito. Quando Marcelo lateral esquerdo da seleção deu passe para o goleiro do Brasil e o atacante Uruguaio se aproveitou deste momento de confiança entre os jogadores brasileiros, gerando assim um pênalti convertido, dentro da casa do adversário, o time não se encolheu não, apenas ajustou o jogo para quebrar a marcação no campo de defesa do Uruguai e o resultado foi um categórico 4 a 1 para o Brasil, e se as senhoras e senhores repararem não estou falando muito em nomes, pois tem um que merece ser exaltado pela maturidade em campo, Neymar Jr, que fez o papel de garçom, e quando você planta a semente do bem sempre sobra um presente de Deus e ele marcou o terceiro gol por cobertura, uma pintura , e para finalizar PAULINHO, foi gigante, pois como elemento surpresa fez a diferença, aliás a diferença não, ele fez 3 nesta diferença, e como se ele dissesse ao Marcelo; olha aqui meu parceiro toma de presente pra você um gol de peito, pois temos no peito a marca registrada deste Brasil, a união, comprometimento, e principalmente amizade, e foi assim que vi um jogo entre amigos, entre os meninos do Brasil comandados por um certo Tite, que não parava de gritar a beira do campo, valeu, valeu demais!!!

domingo, 12 de março de 2017

E AI AMIGAS E AMIGOS TUDO BEM?

EU RECEBI ESTE VIDEO DE PRESENTE DE UM GRANDE AMIG CHAMADO ROBERTO SHINYASHIKI E GOSTARIA DE COMPARTILHAR COM VOCES, AFINAL FALAR DE VIDA NUNCA É DEMAIS E VOCES MERECEM RECEBER CARINHO E MUITO AMOR COM MENSAGENS COMO ESTA!!!

video

SAUDADE DE BOAS ESCOLHAS.
Por: Robson Caetano Da Silva
Acho que já disse isso, mas não custa repetir só para que as pessoas possam me conhecer melhor, sou um saudosista, uma das pessoas neste mundo que gosta de história, de personagens marcantes e principalmente de situações que podem mudar o destino de várias pessoas.

Quando fui apresentado ao atletismo não tinha a noção da diferença que faria na vida de tanta gente, eu vivo dizendo que os anjos existem e que fazem parte de muitas das escolhas que fazemos, professores, técnicos, atletas, adversários, admiradores, pessoas queridas, os invejosos, os rancorosos não importa, de alguma forma você influencia na forma como eles encaram determinadas situações, pelo simples fato de você estar envolvido nela ou não.

Competições nas quais usava a psicologia a meu favor, provas que sabia que minha condição física não me daria a vitória e que acabei derrotando o adversário com uma frase antes da prova, ou uma atitude num treinamento na véspera da prova. O medo nos olhos dos adversários era o que mais curtia, a sensação de ser superior psicologicamente era algo indescritível, perceber que elas te olham com respeito, com carinho, e até ódio as vezes era uma energia que sempre usei a meu favor.

Os professores que com um simples gesto de reconhecimento
disseram, vamos lá tenta de novo com a candura de quem quer o seu bem, pensando na sua formação acadêmica, mas também na sua formação como cidadão, a esses professores que me deram a chance de viajar pelos livros de história, onde aprendi muito, e com a descoberta de minha própria língua como meio de comunicação, o que me deu a liberdade de entender melhor o mundo.
Suíça em 1987 em Macolim  CT, Beto, Igor e Albino 
os técnicos que eram duros nos treinamentos pensando sempre na performance, e nos levaram a conhecer com a vivencia geografia, no levando a lugares onde poucos atletas no mundo poderia estar, lugares como Chile, Peru, México, Guiana Francesa, Guiana Holandesa, Holanda, Cuba, Moscou, Romênia, Bulgária, Alemanha Oriental e Alemanha Ocidental, Tchecoslováquia, Iugoslávia, Polônia, Turquia, Hungria, China, Índia, Finlândia, Dinamarca, Copenhagen, Noruega, Japão, Marrocos, Portugal, Espanha, França, Itália, Inglaterra, Escócia, Estados Unidos da América etc...

Competição em Ostrava 1987
As recompensas por essa escolha foram enormes, pois vi e vivi em tempos de guerra fria, me foi concedido competir onde americanos não eram bem vindos, onde alemães não eram bem vindos, e antigos soviéticos, portanto eu precisava medir forças contra nações..., logo eu um simples e humilde brasileiro chamado Robson Caetano Da Silva, morador de uma favela chamada.., vejam só Nova Holanda, onde diferente da Holanda que visitei onde venci minhas provas, era e ainda é um local de muita pobreza, onde as pessoas vivem com muito pouco, e mesmo assim dividem o que tem com quem tem menos, me tornei uma espécie de embaixador do Brasil, indo em lugares remotos nesses países para confrontar situações muito difíceis, onde sequer havia recurso financeiro, eles nos pagavam com o que tinham de melhor, CRSITAL, eu vivia portanto o final de uma geração de atletas amadores, que eram românticos e corriam pelo prazer de correr e pela gloria do resultado.
Competição na Urca foto tirada pela assessoria da Coca Cola.
A imprensa era rudimentar e não vivia a velocidade de hoje, e é até covardia comparar os ídolos das décadas de 1950, com 60 quando o telegrama era fundamental, com 70 onde telefone era importante com seus gravadores, 80 quando o fax surgiu dando credibilidade ao que estava escrito e assinado numa linda telefônica em locais distantes, 90 quando os computadores deram vez ao armazenamento de arquivos pessoais e de 2000 em diante com tanta revolução tecnológica, nossa diversão era ouvir musica no quarto na década de 1980, nos fortalecia ouvir uma melodia e mesmo não entendendo sermos levados pelo balanço de um R&B, Soul para vitórias inimagináveis, e apresentar o samba, pagode, MPB para pessoas que se encantavam com nossa bossa.  

Ah quanta saudade de quando tudo era feito como cavalheiros, pessoas olhando nos olhos ou com um aperto de mão selavam pactos que duravam uma vida, e ver hoje no que se tornou a comunicação quase me ofende como jornalista, pois hoje o importante está apenas no sucesso, e não no caminho percorrido, procura se por historias fúteis e a facilidade em encontra-las com o que chamávamos de fofoqueiros, que na idade média eram queimados em fogueiras por se tornar tiranos da língua falada, é algo que impressiona.

O tempo das escolhas estão ai, e as opções são inúmeras, mas não temos o direito de escolher qualquer coisa para nossas vidas, lembre se que a sua história tem importância para alguém. Nós somos o resultado de varias escolhas em nossas vidas, certas ou não elas escrevem o que você colhe hoje. Quando escolhi o atletismo não tinha certeza de nada, e nada foi planejado, o sucesso simplesmente aconteceu, pelo fato de eu ter tido a sorte de ter bons tutores, e a competência para realizar o que era solicitado nos treinamentos; portanto não se sinta injustiçado, levante e vá a luta plantando sementes certas, e selecionando melhor o que entra em sua vida, afinal somos feitos para o sucesso, e eu acredito no seu, E VOCE??     

quinta-feira, 9 de março de 2017

!!FEBRE BASCA!!
Por Robson Caetano da Silva Medalhista Olímpico
Sabe o que vou percebendo a medida que o tempo avança, que nós aqui no Brasil, e no mundo todo realmente somos movidos por um termômetro chamado esporte, e que ele pode nos dar uma tremenda FEBRE, levando ao delírio até mesmo o mais consciente ser humano, pode nos causar uma FRIEZA que congela os ossos e lança sobre todos um congelamento quase mortal, mas nunca uma indiferença, quer um exemplo:

Um jogo de futebol com Barcelona de um lado em PSG do outro, num jogo em Paris o time Frances conseguiu um score sensacional, 4 a 0 em cima de uma das equipes que contem o maior numero de jogadores como melhores do mundo, campeões da Liga dos Campeões e do mundo; o Barcelona saiu do Park dos Príncipes na França como um cachorro sem dono e de forma tétrica, pois bem, ontem dia 08 de março de 2017, um dos jogos mais emocionantes que pude assistir deu lugar a uma palavra, "IMPROVAVEL", sim, pois, era improvável uma vitória que sem gols do PSG, no Campo do Barcelona, e realmente aconteceu, e 3 a 1 no placar, mesmo com o Barcelona na frente ainda assim dava ao PSG o direito de passar a próxima fase da Liga dos Campeões.

Já entravamos no minuto 38 do segundo tempo quando, uma falta pelo lado esquerdo da meta do goleiro Frances colocou o décimo segundo jogador definitivamente em campo, junto com aquela FEBRE, que incendiava o estádio, quando Neymar Jr campeão olímpico marcou o quarto gol, o que ainda não dava a classificação ao Barcelona. Então eu ouvi a seguinte frase do narrador esportivo; "os torcedores do Barcelona não arredam pé do Camp Nou", essa era a deixa certa para que os mais de 90 mil torcedores do Barcelona emitissem a energia necessária para que um garoto de Santos se tornasse o protagonista de uma partida com resultado improvável aos 43 minutos do segundo tempo, e mais uma vez a "FEBRE" se abateu sobre o PSG, que delirava, sem saber como reagir, e sobre o Barcelona que se agigantou fervento em motivação para conseguir uma façanha, pois chegada a hora de cobrar o pênalti sofrido por Soares, deu a condição necessária para que o nosso Neymar assumisse definitivamente a partida, e o pênalti foi convertido e aos 49, já com 5 a 1 na partida o que ainda dava a vaga ao PSG, um passe, do garoto santista deu a chance para Sergi Roberto definir em 6 a 1 um jogo de "FEBRE", do Barcelona que mostrou do que é feito um time de um país basco.

Deixa eu dar uma dica aqui para os amigos e amigas que curtem o Blog:
Que o tempo que vocês tem de folga, ou sem nada para fazer, seja preenchido com atividade física, pois cuidar da saúde é fundamental para alcançar a aposentadoria aos 65 anos com 45 de contribuição. Afinal temos que ser fortes até o final da vida para que, honrem com o direito de resgatar ainda em vida o investimento na dignidade!!

sábado, 4 de março de 2017

BBB; BRASIL BAGUNÇA BOA.
Por: Robson Caetano Medalhista Olímpico, Profissional de Educação Física, Diretor de teatro e TV.
 Eu estou tentando entender como saímos de uma população que viveu o encanto dos jogos olímpicos para este limbo em que nos encontramos. Estamos com uma politica completamente desmoralizada, uma economia que vive de especulações e novas regras para impostos que, nos obrigarão a fazer com que ao invés de 4 iremos trabalhar 5 meses e meio para pagar impostos, portanto meus senhores e minhas senhoras, os escândalos envolvendo as esferas das mais variadas, desde violência de dupla sertaneja até as propinas entregue ao filhos do ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo Amador, logo o meu esporte, envolvido em escândalo outra vez! Isso quase nos dá a dimensão de que a festa realizada aqui no Brasil foi para deixar o povo feliz ,e não perceber que uma bomba iria cair em solo brasileiro destruindo aquela auto-estima e orgulho que sentimos na abertura dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro..., lamentável!!

 Até o Frank Frederick entrou na dança, agora o melhor foi ele receber 300 mil dólares para fazer o que eu fiz aqui pelo comitê olímpico brasileiro de graça, e isso por amor ao esporte, "que otário você hein se Robson Caetano", e na hora de saborear o file mignon fiquei em casa vendo o envelope ser aberto em Copenhagen, na Dinamarca pelo então presidente do COI, Jaques Rogge, e doeu muito ter sido sacado das festas e muitos encontros que poderiam gerar bons negócios para a marca R&C, ao invés disso o Frank ficou 300 mil dólares, cerca de 1 milhão de reais mais rico, e grana que saiu do Brasil para pagamento das ações de marketing dele, aliás nem quando ele era atleta ganhou tanto dinheiro, e aproveitou a farra nas contas do Brasil para morder o seu quinhão, e não esta errado não, errado é quem deu mole para o estrangeiro fazer fanfarra com nossa cara outra vez!

 Quando me perguntaram sobre o Rio sediar jogos olímpicos entendi que havia ali uma oportunidade de negócio muito grande para o país, e realmente houveram investimentos magnânimos; agora sem a organização necessária para tal, esbarramos em confusões duvidas e conflitos que quase geraram uma duvida mundial sobre a capacidade do país em entregar os jogos com a qualidade exigida, uma qualidade que para o Brasil foi um pouco acima da necessária, parecia até que estávamos passando por sabatinas diárias sobre nossa capacidade, e conseguimos, e nos tivemos uma olimpíada magnifica, e paralimpíada sensacional; o problema está no antes dos jogos com o planejamento máster, e com o plano B, no entanto o que aconteceu foi plano financeiro 1 e caixa 2, o que na minha opinião pode ser realizado desde que comunicado de forma a fazer valer o entendimento da necessidade de um fundo de reserva, e não um fundo de distribuição de propina, e o país esta afundado em denuncias por conta de enriquecimento ilícito, falta de decoro parlamentar, temos candidatos a presidência envolvidos com falcatruas como lava jato, uma falta de caráter sem tamanho.

Tem gente achando que se tiver conduta errada ficará impune, e na
verdade é bem assim que a coisa acontece, protegem falsos moralistas, dão cobertura a gente que só funciona com a lei de Gerson, e açoitam quem tenta trabalhar e tenta pagar seus impostos; será que a republica das bananas, realmente vai dar uma banana para o cidadão, rir da cara dele, esculachar a constituição, fazer pouco das leis, e deixar se evadir esse tanto de recursos financeiros e humanos do país sem que haja uma providencia severa??

Ao que parece, enquanto tivermos futebol, carnaval, e eventos musicais e outros o brasileiro vai se dando por satisfeito e engolindo os sapos que tem ficado cada vez maiores, só tomem cuidado para um dia esses sapos não ficarem entalados matando de vez quem até hoje tem se mostrado tolerante ao extremo com as decisões que vem da capital deste pais e dos homens que fazem bagunça nele, com a desculpa de que não querem mexer nas investigações e futuras punições que virão.

sexta-feira, 3 de março de 2017

ROBSON CAETANO DA SILVA (ROBSON CAETANO): SOMOS SENHORES DO NOSSO TEMPO.Por: Robson Caetano ...

ROBSON CAETANO DA SILVA (ROBSON CAETANO): SOMOS SENHORES DO NOSSO TEMPO.Por: Robson Caetano ...: SOMOS SENHORES DO NOSSO TEMPO. Por: Robson Caetano Jornalista, Profissional de educação Física, Palestrante. O tempo né, tanta ge...
SOMOS SENHORES DO NOSSO TEMPO.
Por: Robson Caetano Jornalista, Profissional de educação Física, Palestrante.

O tempo né!! Tanta gente já escreveu sobre ele, e sempre sob o prisma de longevidade, afinal o que é o tempo?
Uma fração exata vivida a cada momento na imensidão deste universo, e há uma convenção que determina que temos um dia com 24 horas, e que tudo esta determinado pela quantidade de luz gerada pelo sol, e o  entendimento desta fração é que faz a diferença na nossa vida.

 O tempo nos cura de momentos dolorosos e distancia de episódios felizes, nos coloca mais próximos de outros tantos momentos felizes e aproxima a inevitável morte! Existe um tempo que você quer que passe logo, pois você quer ser adulto para ter os privilégios desta fase, no entanto existem tantas provações que queremos que ele corra ainda mais, para sairmos dos sufocos, que a vida nos impõe, e como escravos do senhor tempo não sabemos se devemos fazer previsões de longo prazo, ou apenas viver dia após dia, no entanto seja qual for a escolha viva o presente banhado no amor, distribua amor, seja amor, com tudo e todos.

 Já no tempo dos amantes existe uma expressão celebre:
Queria que o tempo parasse, pois naquele instante os amantes estão entrelaçados num momento de paixão, em que tudo parece perfeito, onde o tempo não importa, aliás nada mais importa, a não ser cuidar de quem você ama, e receber amor de volta, com a delicadeza de um cavalheiro, e a realeza de uma dama, onde o cortejo vai desde um simples beijo nos pés passando por uma noite de muitas risadas, carinho e amor até um café na cama...

O tempo dos anciãos que viveram com tanta velocidade que ao chegar na melhor idade tentam resgatar algo que ficou numa fração do passado, e com a expressão: "queria ter a experiência de hoje com minha juventude", o problema é que juventude é sinônimo de inconsequência, de liberdade e os que passam por essa prova de fogo, na adolescência desejando tudo ao mesmo tempo, desejando que o tempo passe rápido, não se dá conta do que querem, só quando chegamos na idade da experiência, aquela idade, que quando olhamos pra trás entendemos que o que nos resta é muito pouco, e entendemos que o que vale a pena mesmo é curtir nossas crias, e as crias de nossas crias.

 As vezes queremos tanto curar uma patologia clinica, emocional ou psicológica que nos perdemos no tempo, num coma, numa desilusão de amor, numa loucura, ou delírio mental. tem momentos em que tudo parece estar mais lento, outros muito acelerado, e o que fica dentro de uma razoabilidade começa a parecer careta demais pra muitos, principalmente na juventude.  

O tempo do prazer descoberto, e digo prazer no sentido mais amplo da palavra pois vai de uma simples jogada de bolinha de gude num triangulo cheio de outras bolinhas de gude, que te leva a vencer, enchendo sua latinha de gudes, a conquista do primeiro milhão, e certamente todos nos faremos 1 milhão em nossas vidas, agora como vamos investir esse milhão, e em que circunstancias vamos ter esse milhão é que determinará parte de nossa fortuna, pois não fazermos conta, do que a gente ganha ao longo da vida, ou se vamos ter de uma só vez. faço aqui uma analogia com um garoto da favela que quer crescer no mundo acadêmico, e um garoto que se quer crescer no mundo do crime, que também depende muito da avaliação de quem vive a situação, pois o que é ser normal, e nos mundos paralelos em que vivemos criamos nossas próprias convenções, que muita vezes não seguem as convenções mundiais; Bom voltando a analogia, um menino que quer crescer como pessoa culta e educada, vai colocando em sua conta bancaria ganhos que são de quantidade pequena, porem de fundamental importância para conquistar seu milhão a longo prazo, já o menino que esta no submundo coloca a mão no seu milhão rápido, e tem um tempo determinado não por Deus, e sim pelos homens para realizar essa conquista.

O milhão do qual estou falando é a VIDA,  vida que foi dada por nossos pecados, e não valorizamos tanto enquanto jovens, pois queremos conquistar o mundo, não a percebemos passar enquanto adultos por conta da correria, e o pior de tudo é que em um determinado momento nos pegamos pensando e avaliando o TEMPO, com sua equação que mistura pretérito, presente e futuro, e no final somos o resultado do que fomos, com  que somos e o que queremos ser sempre, isso nos guia rumo a sonhos que muitas vezes não serão possíveis, mas que só de sonhar já nos enchem de esperança para nossos herdeiros, e por essa razão devemos vigiar mais a própria existência, fazendo assim com que valha a pena nossa passagem escrevendo nosso livro do tempo, perseguindo o milhão, com tempo para viver com quem amamos, para receber o julgo correto do tempo, afinal, "tudo vai passar", tanto maus quanto bons momentos, porque NADA É ETERNO!!!!!

 Consegui numa fração do tempo congelar e eternizar uma marca, que outros podem fazer, mas que é a minha marca no tempo; 10 segundos, meu pote de ouro, meu milhão minha vida se transformou no memento que coloquei o tempo frisado neste instante, e quantas coisas você faz em 10 segundos, quantas bobagens, e muitas vezes esse tempo não te leva a vitória, mas te dá um status de ser perfeito como a gota, percorrer 10 metros por segundo na prova dos 100 metros. é eterno? não mas faz do mim senhor do meu tempo!!
#robsoncaetanomedalhistaolimpico #cuidandodepessoas

quinta-feira, 2 de março de 2017

LIDERAR OU CHEFIAR??
Pora Robson Caetano

Eu sempre usei a seguinte expressão: estou aqui pata servir aos amigos, pois são os eternos parceiros e devem sonhar o mesmo sonho, no entanto tudo depende do seu poder de ler as pessoas, existe uma diferença entre leitura e julgamento, portanto cuidado!!!
Quando me perguntam sobre liderança nas empresas, procuro sempre apresentar uma explicação simples de parceria entre indivíduos, pois o ser humano não é uma maquina para receber comando.
As pessoas se envolvem mais quando voce se expoe, se colocando no lugar delas e realiza tarefas, assim voce se junta a um time de legionários que o seguirão sempre, e assim colocaram os sonhos deles alinhados com os seus; outra coisa importante é: delegar funções e estar envolvido nelas sem interferir. Receba e discuta os relatórios em reuniões periódicas com seus parceiros de trabalho, e faça da sua empresa um local de confiança, onde irá prosperar o sucesso. #robsoncaetanomedalhistaolimpico #ajudandopessoas